Revolta De Faustão

•08/06/2012 • 1 Comentário
Revolta De Faustão

Revolta De Faustão

Origem: Uberaba

País: Brasil

Gênero: Noise/Gore

Formado em: 29/06/2007 18:20 – 29/06/2007 18:49

Formação

Renan Shakka – Vocal
Allan Snipher – Violão e vocal
Guilherme Ribeiro – Batuque

Descrição

Banda De Noise/Gore De Uberaba montada no dia 29 de Junho de 2007 as 18:20 e desfeita as 18:49 do mesmo dia.

Discografia

2007 – Revolta De Faustão – CD Acústico (Murray Produtora S.A.)

Revolta De Faustão

Revolta De Faustão

 Murray – Produção e empréstimo de estúdio e instrumentos.

Faixas

1. Antônia Escrota

2. Cachorro Sarnento

3. Leilão De Órgãos

4. Maldito Fedor

5. Marreco Cagando

6. Menina Potrancuda GoreGrind

7. Pato Donald Dos Infernos

8. Poluição Sonora

Download

Fontes: Orkut

Asperger Records

Anúncios

Pinto Sujo

•04/04/2011 • 1 Comentário

Pinto Sujo

Origem: Uberaba

País: Brasil

Gênero: GoreGrind/CyberGrind

Formado em: 2007-2009

Formação:

Allan Snipher (Guitarra, Baixo, Vozes, Letras e Progamação de Bateria Eletronica.)

Descrição:

One Man Band feita por Allan Snipher expressando sua total Brutalidade musical!! Vou deixar aqui uma biografia por ele mesmo e depois aproveitem pra entrar no Asperger Records que lançou algumas coisas da banda ae, vai ficar lá no final o link!!

Biografia por Allan Snipher


No início de 2007 o jovem Allan Snipher cria uma podreira sonora com o nome de “Pinto Sujo”. Gravado solitariamente e de forma tosca em sua casa, com programas simples de gravação e edição baixados da internet, com a finalidade de expressar desde seus mais caóticos e imundos pensamentos às pequenas desventuras do cotidiano, tudo comprimido em músicas de aproximadamente 15 a 20 segundos em geral. Alguns de seus amigos curtiram as gravações apoiaram idéia, inclusive Richard Monster entrou no clima e participando da gravação de algumas músicas. Em pouco tempo é lançado o Primeiro álbum intitulado “Pinto Sujo” (04 de março de 2007), com 16 faixas. Na capa uma detestável criatura criada no paint por Luiz Felipe, que seria uma espécie de “Pinto com a Cabeça de Pinto”. Em 28 de abril do mesmo ano é Feito o Primeiro Videoclipe Oficial do Projeto com o hit “Eu quero buceta de Amélie Poulain”, que foi gravado com uma câmera de fotografia digital que filma, e foi editado e divulgado na internet no mesmo dia. O nome do projeto veio de brincadeira feita a anos atraz do tipo “vamos inventar nomes tosco pra banda de rock”, onde seu primo mais novo disse “Pinto Sujo”, então Allan achou interesante e guardou o nome na cabeça. Em 22/04 ainda em 2007 é Lançada a segunda porqueira do Projeto o split “A Merda Está em Todo lugar” Juntamente com o BxRxOxMxDx (Butal Rajada Orgasmática de Merda Diarrética), que foi um uma grande fonte de inspiração para realização do projeto, tanto pelo som quanto pelo “BRUTALISMO” que seria a arte de criticar o que quiser da forma que bem entender, assim definido por Jezus Cristor (Criador do BxRxOxMxDx), o álbum segue a linha do primeiro: faixas curtas, letras retardadas, porém com o instrumental um pouco mais barulhento e os vocais mais agudos e irritantes. A arte da capa ficou por conta do Allan mesmo, que utilizou aquela idéia manjada de juntar vários recortes de imagens grotescas. Pouco tempo depois, foi lançado um videozinho com a música “A merda está em todo Lugar” com várias cenas excitantes de videos de coprofagia assim unindo o útil ao agradável. Em 18/05 do mesmo ano é lançado juntamente com o Cafénoise o split “Anal arrombado, mundo acabado…” que é mais um coice nos ouvidos de qualquer cidadão! A capa ficou por conta de Café (Cafénoise), que escolheu nada mais nada menos que uma foto de um cú bem arrombado como cartão de visita! É notável a medonha falta de sentido em algumas músicas principalmente na faixa “Nenhuma conclusão”. Em 12 de Outubro sai o album “Escolinha da porcalhada”, que foi lançado propositalmente no dia das crianças como uma forma de dizer que ainda vive aquela criança encapetada e problemática dentro de si. Sendo este um dos albums mais criativos do Pinto Sujo, com canções recheadas de humor, críticas sociais, algumas sobre situções reais, algumas abusando horror trash, acima de tudo caóticas , muito CAOS que é o combustível vital para o projeto! Participação especial de seu amigo Renan Shakka(Renanoides), a capa é um desenho de uma sala de aula em chamas caindo aos pedaços. Em 11 de setembro antes do álbum ser lançado, já havia saído o videoclipe “Goodzilla Girl ataca o ônibus da Transmil” e 21 de outubro saiu o videoclipe “Lá se foi à moda da Arvgil Lavigne” com os atores Guilherme Ribeiro e Erick Sander da Pé na cova Produções. Já em 2008, precisamente 24 de Janeiro sai o álbum “Horror Violência e dor de Barriga”, com baterias reaproveitadas de um projeto que morreu antes de nascer, surge esse álbum com uma temática toda cyber-goregrind, com letras grotescas, batidas Eletrônicas, vocais monstruosos e ritmo dançante, acaba sendo um dos álbuns mais diferentes e divertidos. Capa ficou por conta de Renato Goron, que fez um desenho no paint da mascote do Pinto Sujo em uma sala com um corpo esquartejado e um pôster do astro do rock GG Allin na parede. No dia 11/02 É lançado o segundo split com o BxRxOxMxDx, intitulado Whatevarmente “Pinto Sujo Vs BxRxOxMxDx”, contem faixas bastante legais e criativas porém algumas pode se notar que Allan não estava batendo bem da cabeça, tipo meio que “hã!?” entende? Destaque para as “Eu quero dar minha buceta” que chegou aos 1:21, “Homem Aranha do Mal” e “Mundo confuso da Porra” alem 2 Covers onde Allan Snipher grava a voz e Jezus o Instrumental (Sendo que cada em sua devida cidade e trocando as informações pela internet). Em 18 de Março é lançado o Album “Ep’s” Pelo selo virtual Asperger Records reunindo toda Tralha do Pinto Sujo Lançada até então. Em 02/07 vem o split “Farinha do mesmo saco” juntamente com o Renanoides (Projeto de Renan Shakka), que além de o álbum ter sido gravado no mesmo “estudio”, todas as músicas do Renanoides foram gravadas pelos dois meliantes, por isso o titulo, percebe se também uma associação de duplo sentido em relação à capa. Destaque para a sonoridade do foge um pouco da linha convencional. Em 2009 o “Carai de Aza” da as caras pela primeira vez no dia 19 de Fevereiro no 11 Way Split “O Massacre Eletrônico” juntamente com as bandas Im Bastard, Cafénoise, Sexual Maniako, Extraterrestrial Hypothesis, God Pussy, BxRxOxMxDx, xBarneyx, Furunculo Anal, HxRxCx e FxFxC. Nesse split todo instrumental do Pinto Sujo foi gravado por Bloco (Barbie Pornogoregrind) e o restante por Allan Snipher, as gravações ficaram com a qualidade muito boa, destaque Para “Lápis Roxo” e “O grande cú entre as nuvens”. As capas ficaram por conta de End Time(Im’ Bastard!) e William Duarte. Em Abril saiu 2 novas músicas na compilação “Asperger Noise ’09”, e no mesmo mês sairam mais 2 músicas na coletânea “Rapa do Bagaço” que é quase que uma coletânea de musicas não aprovadas para a “Noise ’09” pela pessima qualidade de gravação. No dia 16/09/09 é anunciado o fim do projeto: “Após tentativas frustradas para criação de novas músicas, o que gerou a completa falta de sentido, pois tratando-se de um projeto visceral e sinsero, não adianta querer forçar barra, o Pinto Sujo apodrece em páz. Agradeço a todos que de qualquer forma contriburam, e tambem como eu, se divertiram com os espasmos sonoros criados até então. O que fica pra mim é o sentimento de missão comprida, fiz as musicas que eu bem quis, com os temas que quis, dei minha mensagem da melhor forma posivel.” Após o fim do projeto, em fevereiro de 2010, ainda saiu uma música no split “100 Way – Campaign For Musical Destruction”, o nome da faixa é “A Terceira Guerra Mundial e o Aquecimento Global (Parte 2)”, que já havia sido gravada por volta de Abril de 2009. Enfim é isso, essa bosta já deu o que falar, mas lembre-se… “A MERDA ESTÁ EM TODO LUGAR”

[Allan Snipher]

Discografia:

2007 – Pinto Sujo

Pinto Sujo

Faixas

1. Abriram-se as portas do inferno
2. Secando o cachorro no microondas
3. Te comi e te caguei
4. O Azar me persegue
5. Eu quero a buceta de Amélie Poulain
6. Estômago cheio de macarrão
7. Vai tomar no meio do seu cú!
8. Garota porcalhona
9. Música depressiva pra todo miundo ficar triste
10. A Terceira Guerra Mundial e o Aquecimento Global
11. Vou te destruir com uma retro-escavadeira
12. Música porca pra encher linguíça
13. Soco na garganta, chute na nuca…
14. Eu te odeio com todas minhas forças
15. Uberaba atacada por ratos assassinos
16. Fecharam as portas do manicômio

Download

2007 – Pinto Sujo & BxRxOxMxDx – A Merda Está em todo Lugar (SPLIT Álbum)

Faixas

BxRxOxMxDx


01. Intro!!
02. Mesa de autópsia (Paródia da música “Garçom” de Reginaldo Rossi)
03. Gato masoquista maníaco
04. Um amiguinho
05. Música à vampira amada
06. Moral e Boms Costumes – Família Brasileira
07. Te mato, vadia

Pinto Sujo

09. Gustavão’s song – Instrumental–
10. A pomba da paz cagou na minha testa
11. Acúmulo de urina no vaso sanitário
12. Amazônia Chainsaw Massacre
13. Filhote de cruz credo assassino
14. Som “trampado
15. Grrhhhh
16. Dias improdutivos
17. Música romantica para os apaixonados
18. Vou fazer cocô no mar
19. A merda está em todo lugar

Download

2007 – Pinto Sujo & Cafénoise – Anal arrombado, mundo acabado (SPLIT Álbum)

Faixas

Pinto Sujo

01. Pênis violence (intro)
02. Tijolada fatal
03. Nenhuma conclusão
04. A Miséria desgraçada e o espaguete saboroso
05. John Travolta ja nao é mais moço
06. Garota amarela
07. Grosseiro, podre e cascudo
09. Vai estudar muleque
10. Minha namorada foi atropelada por um caminhão de lixo

CaféNoise

11. Anorexia, Bulimia, Depressão,Hipocondria,Histeria,Neurose,S
índromes Maníacas, Xenofobia.
12. Anuscopia de Alta Resolução
13. Autopsia maldita,passe o bisturi meu caro aprendiz…
14. Avaliar as variações das pressões do canal anal, no pré e pós-operatório de hemorroidectomia…
15. Chuva de prata…el prazer
16. Cursed it autopsies
17. Fissura anal e Unitermos
18. Inflamações, isquémias, modificações genéticas, sequelas de trauma, hemorragias, neoplasias ou disfunções orgânicas
19. Leishmaniose
20. Retirando o rin triturando, e dando as rinocerontes do inferno…

Download

2007 – Escolinha Da Porcalhada

Escolinha Da Porcalhada

Faixas

01. Esgoto Mal Assombrado
02. Caudim di toba
03. Godzilla Girl ataca o ônibus da Transmil
04. Caos Urbano
05. Cagar de ráiva
06. I’ve Got AIDS
07. Dança de lascar
08. Baiseur de mère
09. Na boquinha da Garrafa (Cia do Pagode Cover)
10. Infecção Hospitalar
11. Patricinha Chifruda
12. Descanse em paz (A triste despedida)
13. Cachorro quente estragado
14. Lá se foi a moda da Arvgil lavigne
15. O comedor de poescoço (Não tem letra)
16. Renan Shakka e sua patrola atiradoira de mísseis
17. Diarréia Psicodéliaca
18. Filho da puta
19. Descanse em paz (Versão alternativa)
20. Escolinha da porcalhada

Download

2008 – Horror Violência E Dor De Barriga

Faixas

1. Defunta fria deliciosa
2. Droga do prazer
3. A gótica necrófila e o cataléptico tarado
4. O dia em que eu coloquei meu pênis no moedor de carne
5. Caindo na orgia da festa da bosta
6. Arranquei o clitores da sua namoradinha
7. Uma noite de prazer com um corpo carbonizado
8. Entre suas Tripas
9. Sex Toy Calibre 9 mm
10. Não quero mais seu corpo estragado
11. Sangue anal, quente e gostoso (BxRxOxMxDx)
12. Dança do suicídio
13. O barulho da serra lhe partindo ao meio
14. A cirurgia foi um fracasso
15. Vou defecar no seu cadaver
16. Mortos-vivos a solta por aí

Download

2008 – Pinto Sujo VS BxRxOxMxDx (SPLIT Álbum)

Faixas

Pinto Sujo

1. Uaua do Lixo Orgânico
02. É carnaval oleleo
03. Surfurina, vamos a la playa de los tiburones mutantes
04. Homen-Aranha do Mal
05. MxDxQxVxNxSxSxOxCxTxXxSxMx
06. Quero dar minha buceta
07. Esterminador no futuro
08. Paranóia da conspiração
09. Mundo confuso da porra

BxRxOxMxDx

10. Alucinações de sua mente bipolar que te obrigam a mutilar-se e assassinar
11. infecção uretral causada por dejetos anais
12. pútrido ritual carnificínico e escatológicamente excitante
13. Transando com o cadáver do porco amado (regravação)
14. Hemorróida apimentada
15. Leitão eletrocutado sofrendo pra disgraça

Pinto Sujo + BxRxOxMxDx – Bônus Tracks

16. A morte está na esquina (Zumbis do Espaço)
17. Outlaw Scumfuck (GG Allin)

Download

2008 – Renanóides X Pinto Sujo – Farinha Do Mesmo Saco (SPLIT Álbum)

Faixas

Pinto Sujo

1. Br00tal Trash Headbanger
02. Beco Sem saída
03. Acordando para o Pesadelo
04. Surf no Rio Bostêro
05. Muito obrigado (Olho Seco)

Renanóides

6. Eu odeio Meru sirviço
07. O Unhudo
08. Maldito carrinho de sorvete
09. O ó do borogodó
10. acidente áereo

Download

2009 – Massacre Eletrônico – 11 Way Split

Faixas

Pinto Sujo

01. Cheiro de Bosta de galinha (parte 1)
02. O grande cú se se abrindo entre as nuvems
03. Ah…
04. Matei
05. Lapis roxo
06. Coisas do inferno
07. Sr.Sujeira
08. Cheiro de Bosta de galinha (parte 2)

I’m Bastard

09. Satanic Pokemons Fuck The Virgin Girl
10. Acid Intestinal Gore Fucking
11. Cowboys Likes Noisecore
12. Mind Destruction
13. Nuclear Bomb of Sperm
14. Virtual Terror
15. Fuck You Bastard! You Have HIV
16. Pigs Penetrated in Angelica (Bonus Track)

CaféNoise

17. Brain is the most complex biological structure
18. cafénoise-pulmonary arteries carry blood from heart to the lungs
19. Autopsy photo
20. Ventosidade anal que pode ser ruidosa ou não
21. Arteries can be separated into gross anatomy, at the macroscopic level, and microscopic anatomy, which must be studied with the aid of a microscope
22. Necropsy vídeo

Sexual Maniako

23. Esguicho Anal
24. Fazendo Sexo Anal E Dando Choques Com Fios Desencapados Na Sua Buceta
25. Um Maniako Sexual Sozinho Em Um Quarto Com Uma Debil Mental
26. Com A Minha Rola Vou Te Arrebentar Por Dentro
27. Sexualidade Anormal
28. Anal Forçado Com Fortes Estocadas
29. Centímetros De Terror
30. Fábrica De Homicídios

Extraterrestrial Hypothesis

31. Allegations of evidence
32 . Controversial cases
33. Physical evidence
34. Rode In Space Ships
35. Physiological effects
36. Unconventional Flying Objects a scientific analysis
37. Unusual aerial observations
38. Roswell Incident

God Pussy

39. Teletubbies is gay
40. PsicoCyberViolaNoisePussy
41. Reality of slum
42. Psykonoise
43. Harshtafary
44. Ambienty
45. Bdshit!
46. Experimentalmentemusicallixo

BxRxOxMxDx (Brutal Rajada Orgasmática de Merda Diarrética)

47. Arrancando a buceta da prostituta
48. Gordo
49. Infecção uretral causada por dejetos anais
50. Leitão eletrocutado sofrendo pra disgraça
51. Males hemorroidais
52. pútrido ritual carnificínico e escatológicamente excitante
53. Sonhos Orgasmáticos
54. Um amiguinho

xBarneyx

55.  Anaphylactic Shock During An Endoscopy
56. You Suffer (Napalm Death Cover)
57. Shut The Fuck Up Kids
58. Into The Grind
59. Emoviolence
60. Opus Cum

Furunculo Anal

61. Capivara Sensual Bastarda
62. Perda de Sangue Preto Pelo Ânus
63. O Reinado Putrefato do Leitão Sem Cabeça
64. Trichomonas Vaginalis, Vaginite Atrófica, Neisseria Gonorrhoeae
65. Estupro Coletivo da Mendiga Tetraplégica
66. O Retorno da Vulvite Crônica
67. Hemorróida Orgasmática Purulenta da Velha Que Se Masturbou Com a Garrafa de Cloro
68. Doente Mental Necrosado Sarnozo Purulento Gozando Pús no Cú da Ninfeta Sadomasoquista (Necrose Vaginal)

xHxRxC (Herpes Retal Canal)


69. Diarréia Crônica
70. Have do Mutilador e as suas Putinhas
71. Psicodelia Anal
72. Crise de sífilis
73. Interações Medicamentosas
74. Nick Back são umas Bichas
75. Bucetinha Solta na Have
76. Emoxzero is a shit
77. Kubanakam

FxFxCx (Fuck Fuck Cherolaine)

78. Bobi Era O Cara
79. Se Voce Me Der A Buceta Eu Te Pago Um MC Donalds
80. Na Balada
81. Eu tenho 2 Pistolas e 1 38
82. Put Your Hands Up
83. VideoGame, Parar De Jogar, NUNCA (Joguinho do comi-comi)
84. Festa Di Preiboy
85. Anal Show

Download

2009 – Noise Zero Nove (Compilação)

Faixas

CaféNoise

1.  Dancing In The Rain With A Hatchet
2. Vomit Was Everywhere
3. 3 Days Of Diarrhea
4. Mask Bag Of Beans
5. Bumf Great Friend Of My Ass
6. White Whale Run Purple Turtle
7. The Bee Excrement Engineer
8. Mass Destruction In The Macaroni
9.  Grinding Your Toe With Foot Odor

Guilherm’isBack


10.  FcKiN Television
11.  Lost Angel
12 . I’ll Give You Stars

Farm Mass Graves

13. PR-45 Migração Leucocitaria na Inflamação

Pinto Sujo

14. BxCxPxVxCxMxCxA
15. Assassinato Na Escola Quintalzinho De Satanas

Morte-In

16. O Que Voce Pode Fazer?

Sexual Maníaco

17. Fabrica de Homicidios
18. Viciados Em Urolagmia

Monstro Legume

19. MxSxTxAxVxDxExRxFx

Stretepsya Anal

20. Anus Estripado
21. Diarreia Anal Sexual
22. Cancer de Prostata

Porra Loka

23. Descendo A Lenha Em Tudo E Todos
24. Tanto Positivismo Pra Nada
25. Eu Nao Estou Nem Um Pouco A Fim De Ouvir Suas Estupidas Ideias Homofobicas E Sexistas De Merda

26. Churrasco E Holocausto

27. Fuck The System… Of A Down

28. Mais Desgraca Por Favor

29. Desgracados Unidos

30. Destroy The Fascist World

Furunculo Anal

31. Caos Sonoro Parte II

xHxRxC

32. Human Papilloma Virus

Infernal Caosnoise

33. Diarreia Menstrual Auditiva

Kollonno

34. Lepra
35. Sickness Despair

Futuro

36. Den Hut Auf Fuessen
37. Inconstitucionalissimamente

Taklamakan

38. Maschine Defekt

Vulgar Disease

39. MegaMan Is Having An Overdose With An Acid Pill
40. The Den Of The Mutant Zombies

Whorifik

41. Brainwashed Youth
42. Inner Demons

Napalmed

43. Live Performance 080605_15
44. Schoolshebna 080225_08

Schkz

45. Living Stone
46.See Sissy C.

God Pussy

47. Lotacao Dos Transportes Urbanos
48. Pesadelo Surreal
49. Devastacao Ambiental
50. Hermetico

Sodoma

51. Adma
52. Bela

Download

2009 – Rapa Do Bagaço (Compilação)

faixas

Morte-In

1. Decomposiçao Atômica
2. Mais Rápido que a Luz

Ignorants?

3. déjà vu
4. Policia ou ladrão? Eis a questão

Infernal CaosNoise

5. Maestr00 Mc Diarréia e La Sinfônia de Las Privadas
6. Prostituta morre eletrocutada com vibrador preso no ânus

Pinto Sujo

7. Turn down bitch
8. Ônibus Lotado Terror

Furunculo Anal

9. 2×1
10. Alterações Metabólicas Auto-Imunes Causadas Por Incontinência Causada Por Doenças Anais Concomitantes

xHxRxC

11. Ejaculation of planctons
12. The emerging intestinal viscera

Porra Loka

13. A Nossa grande capacidade de organização se chama anarquismo
14 . Essa vida é uma bosta e ficar falando que essa vida é uma bosta também
é uma bosta
15. Punks unidos jamais serão vencidos
16. Quanto mais ódio melhor
17. Vandalos invadem e quebram tudo no Mc’ Donalds (Amo muito tudo isso)

Fratura Vaginal

18. Cadaver Fresco
19. Decomposição Esverdeada da Unha Encravada

Futuro

20. Melhor aproveitamento do canteiro de obras

Monstro Legume

21. Lindomar me ensinou a dar o LAI
22. Vai Tomá no Meio do teu Cu

God Pussy

23. Reality of slum
24. Reality of slum [Part. II]

CaféNoise


25. Contratempo com fotos gore

26. Cagando e vomitando nessa porra

Speed Yo!

27. Branquelo Cuzão

ExUxMxVx

28. Subtração de auto-estima
29. Não acredito mais em prosperidade
30. O Pombo cago na música!

Erotic Dreams Of Two Psychotic

31. Boqueteira Eletrônica
32. Eae Vamo Fude

Dshock

33. A.N.C. (ORA)
34. The end comes

I’m Bastard

35. Acid Intestinal Gore Fucking
36. Nintendo Final Boss

Jezus

37. Musica do magrelão
38.Vento ventania (Biquini cavadão)

Origem Do Mal

39. Você é um Lixo
40. Enfiando o Lápis Roxo no cú do Rato Roxo pos sexo

Sexo Entre Anões Com Sindrome De Down

41. Amputando o Tecido Vaginal Inchado Utilizando Métodos Poucos Convencionais
42. Wallace & Alana

Caguei E Não Dei Descarga

43. Eu Amo Sua Mãe
44. Quero Comer Nacho

Download

Recomendações:

1. Asperger Records

Fontes:

Asperger Records

Pinto Sujo Myspace

HGT Eventos

Pinto Sujo – Comunidade no Orkut

OBS: As Fontes também servem para mais informações sobre a banda!!

Nekrotério

•02/04/2011 • Deixe um comentário

Nekrotério

Origem: Uberaba

País: Brasil

Gênero: Horror Punk

Formado em: 2005

Formação Atual:

Speed Freak – Vocal

Gabbe Thunders  – Contra-Baixo

Allan Snipher – Guitarra

Arroizão Rocker – Bateria

Ex-integrantes:

Ricardo – Bateria (2005-2009) (In Memoriam)

Garrafa – Baterista

Rodrigo – Baterista

Descrição:

Banda foda que tá aí representando bem o underground brasileiro, mostrando um pouco do potencial que as bandas daqui tem a oferecer, vou postar aqui rapidinho a biografia que arrumei do myspace da banda e que também tem no blog de uns brother ae, o Cash e o Bruno com a HGT, aí quem quiser depois entra lá também nos endereços que vou deixar aqui no final, principalmente pessoal de Uberaba porque eles também são daqui e acho importante valorizar o trabalho que os caras tem de atualizar o blog todo dia…também vou deixar o Rock Uberaba do Tito que tá aí sempre enriquecendo a cena uberabense com o blog, as bandas Seu Juvenal e Angel Butcher, o TrashPride do Allan que tá aí também sempre contribuindo, além do Nekrotério agora também em estúdio…enfim, estou postando aqui os blogs de pessoas que conheço e que foram muito importantes pra essas minha pesquisa sobre o Nekrotério, isso ae, valeu pessoal.

Biografia

Fevereiro de 2005, integrantes do Sniphers montaram um projeto que tinha como objetivo fazer um som ligado ao grotesco mundo do horror e da insinidade, na época chamado “Projeto Necrotério” (Allan – Guitarras / Ricardo – Batera / Speed – Baixo+Vocais), influenciados por filmes como “O Massacre da Serra Elétrica”, “Fome Animal”, “Evil Dead”, “Possessão” e outros do genero, e bandas de punk rock, horror punk e psychobilly. Com letras em português e inglês, usando como tema sangue, cerveja e putaria, após alguns meses, a banda já conhecida como Nekrotério fez varios shows em sua cidade e região, inclusive tocando com duas de renome; Zumbis do espaço e Os Pedrero. Até então a banda já tinha a demo “Contos do Nekroterio”, gravada em novembro de 2005. Em 2008 foi gravado o primeiro Ep “Beberei a noite inteira o seu sangue geladão!!!” lançado em 2009, ano em que a banda teve sua primeira mudança de formação quando sai o ex-baterista Ricardo (in memoriam) e entrando em seu lugar o Garrafa que ficou por pouco tempo, logo veio o Rodrigo que também teve uma participação rápida na banda fechando a formação com o Arroizão (Rodolpho Marega). Speed Freak passou o baixo pro Gabbe e agora está livre pra aterrorizar a raça humana assumindo definitivamente a posição de vocalista. 2010 foi um ano de mudanças, de perdas e de vitórias, e assim como todos que curtem o som o Nekrotério está cada vez mais forte e com gás pra aloprar o planeta Terra! SE PREPAREM, HUMANÓIDES.

Discografia:

2005 – Contos Do Nekrotério

Contos Do Nekrotério

Faixas

1. Nekrocountry (Intro)
2. Psycho Girl
3. A Nova
4. The Texas Chainsaw Massacre
5. A Faca
6. 13 Black Cats
7. Just Bleed in my Body
8. Contos do Nekrotério
9. Nekrofagia

Download

2009 – Beberei A Noite Inteira O Seu Sangue Geladão

Beberei A Noite Inteira O Seu Sangue Geladão

Faixas

1. Nekrofagia
2. A faca
3. A nova
4. The Texas chainsaw massacre
5. Cidade Morta
6. Jason (Olha a faca!!!)

Download


Visitem: TrashPride

HGT Eventos

Rock Uberaba

Fontes: Myspace Nekrotério

Capas De Álbuns I

•09/03/2011 • Deixe um comentário

Bom, aqui vou postar algumas capas de álbuns que me agradam de alguma forma, não pretendo colocar uma ordem específica de preferência por exemplo, só estou postando algumas que gosto e que acho interessante compartilhar com quem também gosta das artes gráficas dos álbuns, no momento foram as que vieram a minha cabeça, mas depois paro pra pegar das bandas que eu tenho aqui,  depois continuo…bom, acho que é só, é interessante também pra quem não conhece procurar saber mais da banda.

 

1. Sarcófago – Rotting

Um dos melhores álbuns de Metal que eu já ouvi fácil, e também na minha opinião umas das melhores capas que eu já vi.

2. Whitesnake – Lovehunter

 

 

3. Till Death Do Us Part

 

 

Deicide é uma banda que eu acho que super foda porque as capas são tão boas quanto a música, acho fantástica a criatividade dos caras.

4. Exodus – Tempo Of The Damned

5. Kreator – Live Kreation

Achei fodástica essa capa, e o dvd também é maravilhoso.

6. Megadeth – Youthanasia

Nem sou muito fã do álbum, apesar de gostar muito de Megadeth, mas a capa é bem irônica.

7. Vital Remains – Let Us Pray

8. Black Sabbath – Sabbath Bloody Sabbath

Outro álbum/banda nostálgicos pra caralho, tipo, praticamente comecei a gostar de metal pelo Sabbath.

9. Judas Priest – Sad Wings Of Eternity

Judas ruleia, Halford e Dio são os vocalistas mais magníficos que eu já vi!

10. Deep Purple – Deep Purple

11. Led Zeppelin – Houses Of Holy

12. Scorpions – Blackout

Acho algumas capas do Scorpions bem engraçadas, como essa por exemplo!

13. Tool – Aenima

Capa legal de uma banda estranha.

14. Theatres Des Vampires – Moonlight Waltz

Sim, eu gosto dessas frescuragens Gótecas, e muitoooo!!

15. Dimmu Borgir – Puritanical Euphoric Misanthropia

Bom, acho que não tem como não gostar dessa, e também é uma banda muito marcante, e tipo, se for levar em consideração que eu comecei a tocar teclado por causa dessa banda...

Fontes: http://whiplash.net/materias/curiosidades/079811-defleppard.html

http://whiplash.net/materias/curiosidades/111215.html

http://whiplash.net/materias/curiosidades/079828.html

http://www.smashingmagazine.com/2009/05/13/100-obscure-and-remarkable-cd-covers/

Tirinhas Do Grilo: Motörhead

•02/03/2011 • Deixe um comentário

Tirinhas Do Grilo: Motörhead

Acho que dispensa comentários neah??!!

MOTÖRHEAD é uma banda britânica liderada pelo lendário baixista/vocalista Ian Kilmister, mais conhecido como “Lemmy”, ex-integrante da banda HAWKWIND e único membro fixo desde o início. Geralmente, é classificada como heavy metal (embora tenha influências do punk rock e, consequentemente, ajudado a criar o speed metal e o thrash metal), mas Lemmy costuma dizer: “as pessoas não podem ver uma banda de cabeludos que já vão logo dizendo que é metal. Somos apenas uma banda de rock and roll”. E só para esclarecer: o trema no nome da banda, de acordo com Lemmy, não altera em nada a pronúncia. Ele apenas está lá porque é legal. Outra banda que o utiliza da mesma maneira é o BLUE ÖYSTER CULT.

 

 

Originalmente, a música “Motorhead” havia sido escrita por Lemmy para a sua antiga banda HAWKWIND, mas ao sair, ele a utilizou para batizar a sua nova banda e a colocou como faixa de abertura do disco de estreia. Portanto, se alguém lhe perguntar se você já ouviu a música “Motorhead”, do álbum “Motörhead”, da banda MOTÖRHEAD, não se confunda.

Em 1979, o MOTÖRHEAD lança seu 3º disco, “Bomber”, cujo título se refere aos aviões bombardeiros da força aérea. Inclusive, um espetacular equipamento de iluminação em forma de avião bombardeiro era utilizado nos shows dessa turnê. Durante as gravações, o produtor Jimmy Miller estava fazendo coisas muito “úteis” e “produtivas”, como encher o “rabo” de heroína e ser encontrado estirado na sarjeta, dormindo sob as rodas de seu carro. Ironicamente, a música “Dead Men Tell No Tales”, que abre o disco, tem uma letra anti-heroína.

“Ace of Spades” (tradução: “Ás de Espadas”) é o quarto álbum oficial de estúdio, lançado em 1980 e contendo o maior clássico da banda, a faixa-título. Foi o primeiro trabalho com o produtor Vic Maile, bastante elogiado pelos músicos. Lemmy inclusive disse: “Ele conseguiu me captar cantando ao invés de apenas gritando o tempo todo”. Se é que isso faz alguma diferença em se tratando do MOTÖRHEAD. De qualquer forma, o disco fez muito sucesso e, a partir dele, a sonoridade do grupo começa a ficar mais consistente e definida.

Em 1984, o MOTÖRHEAD lança uma coletânea intitulada “No Remorse”, contendo 4 faixas inéditas gravadas pela nova formação (Lemmy, Würzel, Phil Campbell e Pete Gill). Em 1986, é lançado o primeiro álbum de estúdio gravado inteiramente por estes músicos: o excelente “Orgasmatron”. Foi o primeiro e único a contar com Pete Gill, visto que Philthy Animal retornaria no próximo trabalho. O título, que a princípio seria “Ridin’ With the Driver”, foi mudado para “Orgasmatron”, mas já era tarde demais para Joe Petagno mudar o desenho da capa, que combinava mais com o primeiro.

“March ör Die” é o décimo álbum de estúdio, lançado em 1992, contando com a participação de três bateristas: Philthy Animal, que gravou a balada “I Ain’t No Nice Guy” (com a participação de OZZY OSBOURNE nos vocais e SLASH na guitarra) e saiu da banda logo em seguida, pois não deu conta de tocar o restante das músicas. Mikkey Dee (ex-KING DIAMOND e DON DOKKEN) gravou o single “Hellraiser” e futuramente se tornaria um membro definitivo do MOTÖRHEAD. O restante das faixas foram gravadas pelo veterano Tommy Aldridge, que já havia tocado com BLACK OAK ARKANSAS, OZZY OSBOURNE, WHITESNAKE e outros.

O décimo terceiro disco de estúdio, “Overnight Sensation”, lançado em 1996, marca o retorno da banda à formação de power trio, consequência da saída de Würzel no ano anterior. Mas isso não abala a estrutura do grupo, pois o guitarrista remanescente Phil Campbell se mostra extremamente eficiente e o MOTÖRHEAD não perde em nada na sua sonoridade. O diálogo retratado na tirinha é real e ocorreu quando Lemmy foi questionado em uma entrevista sobre como seria a sensação de voltar a tocar em um trio. Um gênio!

“Inferno” é o décimo sétimo álbum do MOTÖRHEAD, lançado em 2004. Seu título resume bem onde o ouvinte se sente ao escutá-lo: um rock and roll sem frescuras com o peso do heavy metal e até mesmo uma faixa acústica, “Whorehouse Blues”, na qual o baterista Mikkey Dee toca violão.

 

Fonte: http://rocktrucker.blogspot.com/

Tirinhas Do Grilo: Stratovarius

•02/03/2011 • Deixe um comentário

Tirinhas Do Grilo: Stratovarius

 


Esta ótima banda finlandesa de power metal surgiu em 1984, com o nome BLACK WATER, e posteriormente foi rebatizada como STRATOVARIUS. De acordo com o baterista Tuomo Lassila, trata-se de uma junção de “Stratocaster” (um modelo de guitarra) com “Stradivarius” (uma rara e famosa marca de instrumentos de corda, como violinos e violoncelos). Isso representaria perfeitamente a proposta da banda: unir o heavy metal à música erudita, originando um característico power metal sinfônico.

Com a saída de Tuomo Lassila, o baterista Jörg Michael une-se à banda. Vale ressaltar que a pronúncia de seu nome, Jörg, é algo semelhante a “Iôrgue”, e não “Jorge”, como é comum de se ouvir. Um erro semelhante ocorre com o nome da ex-vocalista do NIGHTWISH, Tarja Turunen. A pronúncia correta seria “Tária”, e não “Tarja” ao pé da letra, já que, em finlandês, o “J” tem som de “I”. E convenhamos, ficaria estranho um GEORGE MICHAEL tocando no STRATOVARIUS, não?

 

Com certeza trata-se de uma coincidência, mas é realmente alto o número de músicas do STRATOVARIUS que possuem nomes de músicas já existentes (e na verdade essa é a única semelhança entre elas). Além das já citadas, também podem ser encontradas “Forever” e “Black Diamond” (também nomes de músicas do KISS); “Coming Home” (SCORPIONS); “Learning to Fly” (PINK FLOYD), entre outras. Ah, e a tal “música do A-HA”, citada pelo guitarrista Timo Tolkki na tirinha, trata-se de “Hunting High and Low”, sucesso do álbum “Infinite”, de 2000.

 

Após um período áureo entre os discos “Episode” e “Elements Pt. 2”, o STRATOVARIUS entra em crise e passa por uma época de turbulência. Timo Tolkki, guitarrista e líder, tem um acesso de loucura e toma várias atitudes bizarras, como expulsar metade da banda e convocar uma vocalista chamada Miss K (que nunca chegou a gravar um disco oficial com o grupo). Ele também se banhou em sangue, colocou fotos dessa cena “linda” na internet e declarou frases místicas sobre a Kabbalah. Como se não bastasse, ele conseguiu ser esfaqueado na Espanha, e de quebra recebeu um “presente” vindo diretamente do Brasil: um pacote, enviado por um fã revoltado, contendo uma seleta e considerável quantidade de fezes, demonstrando seus mais “puros” e “belos” sentimentos para com o músico. Anos mais tarde, Tolkki desmentiu tudo, e disse que foi uma jogada de marketing da gravadora.

Após a gravação do disco “Stratovarius” (2005), ocorre uma mudança na formação. O baixista Jari Kainulainen deixa o grupo após 10 anos. De acordo com Jörg Michael, Jari não tinha mais a empolgação de antes nem vontade de fazer uma turnê. Dessa forma, os demais membros, liderados por Timo Tolkki, decidiram demiti-lo. Para ocupar o posto deixado por Jari, foi convocado um baixista de nome, digamos, “curioso” (pelo menos para nós, brasileiros): Lauri Porra. O novo baixista, que “gozava” de muito prestígio no meio underground finlandês (sacaram o trocadilho? Ahn? Ahn?), aceitou o convite com muito ânimo. Antes, ele já havia tocado na banda solo de KOTIPELTO e no SINERGY.

Fonte: http://rocktrucker.blogspot.com/

Tirinhas Do Grilo: DIO

•02/03/2011 • Deixe um comentário

Tirinhas do Grilo: DIO

Postando aê o que achei das tiras do Zé Grilo porque acho interessante que dá pra ter muita informação com isso aqui, e ainda aproveitando pra mostrar um pouco de um dos melhores vocalistas do Metal, na minha opinião o melhor junto com o Halford, ele que foi e ainda é até hoje muito importante e um grande exemplo para todos nós fãs, interessante que é o tipo de pessoa que mesmo morta ainda continua a influenciar.

A banda DIO foi formada em 1982 por Ronnie James Dio (“não me diga!”), ex-vocalista do RAINBOW e do BLACK SABBATH, após sair desta última e levar a tiracolo o seu fiel escudeiro Vinny Appice (baterista). Sua intenção não era fazer uma carreira solo, e muito menos formar uma banda chamada DIO. Porém, como o seu sobrenome já era famoso àquela altura e de fácil pronúncia, acabou se tornando comercialmente favorável para batizar o grupo.

Além de já ter integrado o RAINBOW e de possuir uma música chamada “Rainbow in the Dark”, outras referências ao arco-íris (a tradução de “rainbow”, para quem não sabe) podem ser facilmente encontradas nas letras de Ronnie James Dio. Uma de suas principais características são as letras medievais, fantasiosas e épicas, falando de magia, batalhas, trovões, o “bem contra o mal”, entre outras “viagens” do tipo.

O disco “Lock Up the Wolves”, de 1990, contou com o guitarrista Rowan Robertson, que na época tinha apenas 18 anos (e tocava mais do que muitos marmanjos por aí). Ele havia entrado na banda dois anos antes, quando tinha 16, substituindo o ótimo Craig Goldy. Na falta de um guitarrista para ser “zoado” na tirinha, resolvi colocar… eu mesmo! Também serve para evitar que certos fãs mais radicais se ofendam ao ver seu ídolo sendo “sacaneado”.

O álbum “Strange Highways”, de 1994, trouxe pela primeira vez o baixista Jeff Pilson, que também gravou os teclados do disco. Além de tocar na banda DIO, liderada por Ronnie James Dio, ele já havia tocado na banda DOKKEN, liderada por… Don Dokken! Mais uma da série “bandas nomeadas com sobrenomes de vocalistas”.

No disco ao vivo “Inferno: Last in Live”, a banda possuía em sua formação o guitarrista Tracy G, que executou as canções com uma pegada diferente, aplicando seu próprio estilo aos solos. Isso não agradou muito ao vocalista, que desejava as músicas da maneira mais parecida possível com as gravações de estúdio, e por conta disso o guitarrista resolve deixar a banda, resultando no retorno de Craig Goldy. A ideia principal era que Tracy G ficasse com a guitarra base, enquanto Goldy faria os solos, mas G, em nome de sua honra, não aceita.

O disco “Magica”, de 2000, é um álbum conceitual que marca o retorno de Craig Goldy, Jimmy Bain e Simon Wright (haja mudança na formação!). Inicialmente, a ideia era que o disco fosse a primeira parte de uma trilogia, da qual Ronnie James Dio começaria a produzir a sua continuação após a turnê do HEAVEN & HELL. Porém, com a sua morte em 2010, os outros dois discos não chegaram a ser gravados. A história fala sobre um antigo livro chamado “Magica”, encontrado por alienígenas em um planeta morto chamado Blessing. Nesse livro estavam contidas as magias de um passado longínquo, utilizadas nas lutas entre o bem e o mal, travadas naquele planeta. Em uma dessas batalhas, o feiticeiro Eriel e seu discípulo Challis lutaram contra as forças maléficas Evilsyde, lideradas pelo sacerdote Shadowcast, que é derrotado, mas sobrevive e planeja a sua vingança. Infelizmente, a história não termina, pois isso ocorreria nos dois discos seguintes da trilogia, mas ainda assim vale a pena conferir este que é um dos melhores álbuns do grupo.

Fonte: http://rocktrucker.blogspot.com/